Alimentação de Risco e seu “remédio”

Câncer: alimentos que contribuem para o aparecimento da doença.

A alimentação está diretamente associada ao processo de desenvolvimento do câncer, principalmente câncer de mama, cólon (intestino grosso) reto, próstata, esôfago e estômago.
Alguns alimentos, se consumidos regularmente durante longos períodos de tempo, parecem fornecer o tipo de ambiente que uma célula cancerosa necessita para crescer, se multiplicar e se disseminar.
Esses alimentos devem ser evitados ou ingeridos com moderação.

Neste grupo estão incluídos os alimentos ricos em gorduras, como carnes vermelhas, frituras, molhos com maionese, leite integral e derivados, bacon, presuntos, salsichas, linguiças, mortadelas, dentre outros.

Existem também os alimentos que contêm níveis significativos de agentes cancerígenos. Por exemplo, os nitritos e nitratos usados para conservar alguns tipos de alimentos, como picles, salsichas, para manter as carnes com coloração vermelha, outros embutidos e alguns tipos de enlatados.

Já os defumados e churrascos são impregnados pelo alcatrão proveniente da fumaça do carvão, o mesmo encontrado na fumaça do cigarro e que tem ação carcinogênica conhecida. 

Os alimentos preservados em sal, como carne-de-sol, charque e peixes salgados, também estão relacionados ao desenvolvimento da doença.

Antes de comprar alimentos, compare a quantidade de sódio nas tabelas nutricionais dos produtos.

A alimentação pobre em fibras, com altos teores de gorduras e altos níveis calóricos (hambúrguer, batata frita, bacon etc.), está relacionada a um maior risco porque, sem a ingestão de fibras, o ritmo intestinal desacelera, favorecendo uma exposição mais demorada da mucosa aos agentes cancerígenos encontrados no conteúdo intestinal.

Em relação a cânceres de mama e próstata, a ingestão de gordura pode alterar os níveis de hormônio no sangue, aumentando o risco da doença.
Fonte: Inca

Que alimentos então são indicados para consumo e que ajudam a evitar o aparecimento e multiplicação de celulas neoplásicas?

• Chá verde – Estudos têm relacionado esse chá com a menor aparecimento da doença. É um antioxidante poderoso , mas deve ser consumido pelo menos 4 a 5 xícaras por dia. Se você for uma pessoa que sofre de ansiedade, cuidado com o cha verde, pois ele e excitante.

• Probióticos e prebióticos – Muito consumido para prevenção da diarréia e constipação intestinal, é eficaz contra muitas doenças e o câncer é uma delas. São eles: leites fermentados, iogurtes ( de preferência natural), coalhadas e os prebioticos são as fibras de alimentos integrais, farelos de trigo, aveia, folhosos, etc.

• Alimentos que contêm selênio, substância considerada anticancerígena: castanha do Pará ( 2 unidades por dia), de caju, atum, arenque, levedo de cerveja, brocolis, cebola.

• Brócolis, couve, couve-flor, couve de bruxelas, repolho e rabanete: Esses alimentos contém glicosinolatos que auxiliam na prevenção do câncer de mama.

• Consumir 5 a 7 porções por dia de hortaliças (cenoura, folhosos, chuchu, abobrinha, etc) e frutas variadas todos os dias.

• Grãos (integrais) e leguminosas ( feijões, ervilhas, grão-de-bico diariamente nas refeições, pois o alto conteúdo de fibras, entre outras propriedades, os tornam alimentos saudáveis.

• Licopeno – essa substância já é muito conhecida pelo seu efeito protetor, antioxidante. Está presente nos alimentos vermelhos como melancia, tomate (inclusive os molhos), mamão, goiaba, entre outros.

Essas dicas já foram apresentadas nos alimentos funcionais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: