Quais os efeitos das das inadequações nutricionais?

As deficiências nutricionais podem causar vários problemas no organismo. Por exemplo:

  •  Uma hemorragia digestiva pode causar anemia ferropriva (por deficiência de ferro).
  • Um indivíduo que está sendo tratado de acne com doses elevadas de vitamina A pode apresentar cefaléia (dor de cabeça) e visão dupla em decorrência da toxicidade da vitamina.
  • O sistema nervoso é afetado pela pelagra (deficiência de niacina), pelo beribéri, pela deficiência ou pelo excesso de vitamina B6 (piridoxina) e pela deficiência de vitamina B12.
  • O paladar e o olfato são afetados pela deficiência de zinco.
  • O sistema cardiovascular é afetado pelo beribéri e pela obesidade.
  • Uma dieta rica em gorduras acarreta a hipercolesterolemia e a doença coronariana 
  • Uma dieta rica em sal causa hipertensão arterial.
  • O trato gastrointestinal é afetado pela pelagra, pela deficiência de ácido fólico e pelo alcoolismo.
  • A boca (lábios, língua, gengiva e membranas mucosas) é afetada pela deficiência de vitaminas do complexo B e pela deficiência de vit C (que pode levar ao escorbuto).
  • A deficiência de iodo pode acarretar um aumento da tireóide.
  • O escorbuto, a deficiência de vitamina K, a deficiência de vitamina A e o beribéri podem acarretar uma tendência ao sangramento e sintomas cutâneos como, por exemplo, erupções, ressecamento da pele e aumento de volume devido ao edema (retenção líquida).
  • O raquitismo, a osteomalácia, a osteoporose e o escorbuto afetam os ossos e as articulações.

O estado nutricional de um indivíduo pode ser determinado de várias maneiras. Leva-se em consideração peso atual, a altura, assim como diversas outras medidas e avaliações físicas, bem como avaliações laboratoriais e específicas.

Quem Apresenta Risco de Subnutrição?

  • Os lactentes e as crianças menores com pouco apetite
  • Os adolescentes em etapa de crescimento rápido
  • As mulheres grávidas ou em período de amamentação
  • Os idosos
  • Os indivíduos com doença crônica do trato gastrointestinal, do fígado ou dos rins, sobretudo se perderam recentemente 10 a 15% do peso corpóreo
  • Os indivíduos que se submetem a dietas agressivas ou “da moda” durante um período prolongado
  • Os indivíduos com dependência ao álcool ou a drogas que não se alimentam adequadamente
  • Os indivíduos com AIDS
  • Os indivíduos que utilizam medicamentos que interferem no apetite, na absorção ou na excreção de nutrientes
  • Os indivíduos com anorexia nervosa
  • Os indivíduos com febre prolongada, hipertireoidismo, queimaduras ou câncer

Os exames laboratoriais, tais como um hemograma completo e exames complementares e específicos de sangue e urina, podem mensurar os processos inflamatórios, deficiências, níveis de vitaminas, minerais, produtos da degradação metabólica (p.ex., uréia) e outros indícios de possíveis alterações no funcionamento do organismo. Eles serão pedidos pelo profissional que acompanha o caso.

Também podem ser solicitados exames cutâneos para avaliar certos tipos de imunidade. Enfim, uma avaliação criteriosa é feita com o paciente em acompanhamento.

Da mesma forma, o excesso de alimento, traz comprometimento da saúde, e ainda não é a certeza de se estar fornecendo os nutrientes necessários. O indivíduo pode ter uma super alimentação e apresentar deficiências nutricionais.

Quem Apresenta Risco de Hipernutrição?

  • As crianças e adultos com bom apetite, mas que não se exercitam
  • Os indivíduos que apresentam um sobrepeso superior a 20%
  • Os indivíduos cuja dieta é rica em gorduras e sal
  • Os indivíduos que tomam doses altas de ácido nicotínico (niacina) para tratar a hipercolesterolemia
  • As mulheres que tomam doses altas de vitamina B6 (piridoxina) para tratar a síndrome pré-menstrual
  • Os indivíduos que tomam doses altas de ferro ou de outros elementos               vestigiais sem prescrição médica

O balanço é matemático: ingesta maior que o gasto energético, vai resultar em acúmulo de tecido gorduroso. Mas existem muitas causas que contribuem para o balanço positivo. Emagrecer, muitas vezes não e a solução principal, mas se definir cuidadosamente a causa é muito importante.

De qualquer maneira, a avaliação correta do estado nutricional, só pode ser feita através de um exame minucioso e competente, feito pelo profissional da área. Cuidar da saúde é um dever de todos nós, já que a falta dela, incapacita, traz sofrimentos e dor. Há como minimizar tudo isso, cuidando da alimentação diária, praticando exercícios regularmente.  Lógico que doenças poderão aparecer, mas o risco será bem menor, se a vida que se leva é uma vida saudável.

Pense nisso seriamente e viva uma vida mais feliz.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: