Rodízios – um prazer perigoso

 

O nome rodízio já sugere algo que não pára mas vai sendo substituído. Sejam eles de carnes,  pizzas, comida japonesa, de sorvetes, comida caseira, etc, eles são sempre um sucesso.

O que acontece é que pagar um preço fixo e poder comer tudo o que quiser e o quanto quiser, estimula a imaginação e o estômago e leva a crer que é “vantajoso”. Mas nada pode ser mais prejudicial à saúde do que comer em excesso.

Na verdade, só termina quando a pessoa está prestes a “explodir” de tanto comer.

A quantidade de calorias ingerida, representada por carboidratos, proteínas e gorduras, é absurda na grande maioria dos casos. Isso representa, muitas vezes, bem mais calorias do que ela necessitaria para um dia inteiro de trabalho árduo.

Nos rodízios, não há a identificação visual do total de alimentos servidos. A oferta acontece em intervalos reduzidos, favorecendo assim, a ingestão excessiva. Se fosse colocada em um prato, ou melhor, travessa, tudo que é ingerido por uma pessoa durante um rodízio, só de olhar ela se assustaria. Além disso, é comum encontrar nesses restaurantes, um buffet recheado de iguarias sem limite de consumo, que completa a “farra” gastronômica.  A realidade, é que a fome já foi saciada, desde o primeiro prato. O restante é excedente.

Quem habitualmente come 1 porção de carne, nos rodízios come 5ou 6, 1 fatia de pizza ou 2 no máximo, em rodízio é capaz de comer 8 a 10 e qual é o limite? Qual o custo para a saúde?

Se isto é feito raramente, de vez em quando, tudo bem ou menos mal. Mas se essa é uma prática constante, é bom ficar alerta pois, o corpo vai falar.

O que observamos nos frequentadores de rodízios, principalmente os de carne, é que os acompanhamentos nunca são saladas verdes, grãos ou legumes, mas sim farofa, batatas fritas, bananas à milanesa e outras frituras, acompanhadas de refrigerantes ou cervejas. É pra fazer um nutricionista se arrepiar!!!!

Mas a verdade é que esses restaurantes encantam por sua variedade e facilidade. Não há espera e é possível começar logo a comer. Se tornou também, por todas essas razões, um local apreciado para confraternizar com os amigos e se sentir sem limites na escolha e na quantidade. 

Nada faz muito mal, se for dosado e controlado. O problema são os excessos!!!

Anúncios

3 thoughts on “Rodízios – um prazer perigoso

  1. […] 1) Evite rodízios (veja matéria nesse site)clique aqui […]

  2. Daniel Amaral 28/04/2012 às 11:05 pm Reply

    Concordo. O excesso sempre faz mal, mas é impossível pagar um rodizio e comer 2 pedaços de pizza.

    • Olá Daniel, eu não disse exatamente isso. O problema não são os eventuais, mas os habituais. Se vc tem uma alimentação normalmente saudável e num fim de semana ou outro com os amigos ou a família quer ir a um rodízio, tudo bem. Mas se sua alimentação não é muito saudável, vc consome gorduras saturadas no dia a dia e os rodízios são frequentes, alerta para sua saúde. Continue enviando seus comentários porque são importantes. Um abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: