Alimentos Anti-inflamatórios

 

Nós vimos, quando falamos de sistema imunológico, que temos um exército de células em nosso corpo, encarregado de detectar, isolar e destruir os elementos estranhos que invadem nosso organismo. Esses elementos podem ser vírus, bactérias, microorganismos diversos ou qualquer célula que pretenda se desenvolver fora do “sistema programado”. Isso é simplesmente maravilhoso e espetacular quando acontece dentro desse formato. Mas, às vezes, por inúmeras causas, nosso sistema imunológico não consegue dar conta de tantas agressões e invasões que chegam do meio externo e interno e os processos inflamatórios então se multiplicam. Enquanto eles estão restritos a área afetada, o sistema de defesa age e elimina, ótimo. Mas quando o processo não se limita a uma área afetada ou não finda quando a causa foi debelada é que é o problema. Várias doenças podem aparecer em decorrência desse processo descontrolado tais como as doenças auto-imunes (artrite reumatóide, lúpus,etc)

O fato é que eles podem se manter “silenciosos” por um bom tempo, até que seja detectado e tomadas as atitudes necessárias para controlá-los. Esses processos inflamatórios têm participação na gênese de várias doenças como as cardíacas, diabetes, “derrames” e Alzheimer. Um dos grandes fatores que contribui para esses processos, é o excesso de peso e o consumo de açúcares e gorduras sem equilíbrio. Qualquer um de nós pode ter vários processos inflamatórios e não se dar conta.

Existem exames que detectam processos inflamatórios como por exemplo o PCR (Proteína C Reativa). Pesquisas demonstraram que quanto maiores os níveis de PCR, maior é a queda da velocidade de processamento cerebral. Algumas pesquisas, ousam dizer que o marcador PCR é capaz de predizer o risco de demência senil de Alzheimer, 25 anos antes dos sinais e sintomas se manifestarem.

Muitos estudos ainda estão sendo realizados nessa área, mas alguns já mostraram que alguns alimentos podem favorecer esses processos, enquanto outros podem minimizar ou evitar que eles ocorram.

Baseados nesses estudos, os pesquisadores aconselham  consumir mais alimentos anti-inflamatórios e reduzir o consumo dos pró-inflamatórios.

Alguns desses alimentos

Alimentos Anti-inflamatórios:

salmão, sardinha, truta, arenque, cavala, atum, bacalhau ( peixes ricos em ômega 3), óleo de linhaça, azeite de oliva extravirgem (ver matéria sobre azeite de oliva nesse site), vegetais de folhas verdes, maçã, pêra, nozes, castanha do Pará, framboesas, amora, alcachofra, feijão, aveia, arroz integral, semente de linhaça, pimenta, gengibre, e cúrcuma, chá verde, vinho tinto (1 taça ao dia), água mineral (sem cloro), café (moderado), sopas e outros alimentos.

Alimentos próinflamatórios:

Vísceras, carnes (frango, boi, porco, cordeiro, etc.), leite e derivados, oleo de milho, soja e girassol, pão francês, pão de cachorro quente e de farinha refinada. Bolos, doces, batatas fritas, comidas fast food, frituras, embutidos (salsichas, linguiças, salames, etc), enlatados.

O que sempre aconselho, é em primeiro lugar, consultar um nutricionista e consumir balanceadamente esses alimentos, equilibrando o organismo, de forma a mantê-lo saudável.

OBS.: Não se esqueça dos exercícios físicos. Eles também são fundamentais para a saúde.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: