Como eliminar as toxinas acumuladas?

Li uma matéria sobre isso e resolvi tocar no mesmo assunto aqui no blog.

Todos os dias o organismo recebe uma carga de agentes intoxicantes. São os agrotóxicos nos vegetais, os resíduos de produtos de limpeza das panelas, dos plásticos e dos inseticidas que vão se acumulando no organismo, causando alterações no metabolismo.  Sem falar na alimentação inadequada, carregada de açúcares e gorduras. Essas toxinas se acumulam no tecido adiposo, dificultando a perda de peso e sobrecarregando alguns órgãos como rins e fígado. Podem também interferir no funcionamento da tireoide, estimular a produção de radicais livres, causando uma queda energética e até envelhecendo precocemente o corpo inteiro.

Por isso, dar um descanso ao organismo é fundamental. 

 Num programa “detox”,  acontece  a retirada de  alguns alimentos durante alguns dias, para que o organismo se recupere e trabalhe com menos sobrecarga. Essas mudanças podem ajudar também a perder uns quilinhos. Mas o objetivo principal não é esse.

Quando livramos o organismo das toxinas, a pele fica mais bonita, o sistema imunológico se fortalece e a boa aparência surge de dentro para fora. Mas nada de cortar aleatoriamente alimentos sólidos e ficar a base de líquidos. A proposta é ir eliminando aos poucos alimentos e substâncias nocivas. (Não que um dia inteiro a base de sucos e sopas não seja bom para a saúde. É excelente, mas tem que ser indicado de forma correta e com os alimentos corretos).

Esse programa faz com que o organismo consiga reduzir as toxinas, eliminando-as pela urina, pelas fezes e também pelo suor. Além de aliviar o organismo dessas substâncias nocivas, não é raro observarmos uma melhora na disposição física e no humor. Por esse processo, onde o organismo tem a oportunidade de realinhar algumas funções, ele pode também aumentar a imunidade, regularizar a digestão, diminuir as compulsões e a enxaqueca, reduzir a acne, a celulite e a retenção hídrica.

Não é milagre e cada pessoa vai reagir de uma maneira diferente, mas o objetivo primeiro é a saúde. É claro que o ideal é a mudança no estilo de vida e nos hábitos alimentares para que a saúde não sofra as consequências de bombardeios de toxinas diariamente. A fórmula todos conhecem: boa alimentação e exercício físico. Mas se conseguir se propor a fazer por pelo menos 30 dias, já será de grande ajuda.

Qual é então o primeiro passo?

Cortar alimentos como as carnes (vermelhas e frango) que têm uma digestibilidade lenta e gerando por isso, putrefação no interior do tubo digestivo pelas características sanguíneas desse alimento, liberando dessa forma, toxinas. O leite, farinha, refrigerantes, excesso de sal, álcool e açúcar também devem ser cortados durante esse período. Corte ao máximo os industrializados, Macs, Bob´s, snaks e concentre-se em uma alimentação saudável.

Aumente o consumo de frutas, inclusive vermelhas, do limão (inclusive a casca – limonada suíça), do gengibre e dos vegetais em geral, verdes escuros, bem como vegetais de cor laranja. Inclua o leite fermentado rico em lactobacillus, importante para a flora intestinal que atua no nosso sistema imunológico. A água e as fibras também têm um papel essencial na dieta. A água é um dos veículos principais no “detox”.

Os produtos frescos e naturais, sem excesso de gorduras, açúcar e de sal, não sobrecarregam os rins e o fígado, órgãos esses responsáveis pela eliminação de toxinas.  Busque os produtos orgânicos (sem agrotóxicos), já os encontramos em supermercados. Utilize também produtos à base de soja (não transgênica. Veja aqui no site a forma de identificar os produtos a base de soja transgênica).

Não esqueça os exercícios físicos, que favorecem a eliminação das toxinas pelo suor. A drenagem linfática é outra aliada.

 Mas o ideal é que uma nutricionista oriente sobre a melhor forma de fazer isso, com direções específicas para o seu caso e distribuição dos alimentos de forma adequada na dieta diária.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: