Andropausa

Há muito tempo que lemos muitas matérias e trabalhos sobre a menopausa, seus efeitos e consequências, mas muito pouco sobre a andropausa.

Não são só as mulheres que estão sujeitas aos efeitos das mudanças hormonais, mas também os homens. Para ambos é possível controlar esses problemas e levar uma vida satisfatória e saudável.

O que é andropausa?

Andropausa é uma designação tecnicamente mal aplicada, pois diferentemente da mulher, não ocorre uma interrupção abrupta da produção hormonal. Pode ser definida como uma síndrome caracterizada, primariamente, por uma progressiva diminuição androgênica associada com a idade com repercussões em vários setores do organismo. A função gonadal no homem declina de um modo progressivo, lento, ocorrendo em geral, por volta dos 50 anos.

O diagnóstico é baseado no quadro clínico decorrente da diminuição androgênica e na demonstração de baixos níveis séricos de testosterona (abaixo do valor mínimo de referência para adultos jovens).

Embora não seja totalmente específico, pode variar com o grau de deficiência hormonal e da susceptibilidade individual, podendo ocorrer em outras patologias. Mas de um modo geral, alguns sintomas podem ser percebidos tais como:

• Diminuição da força muscular em geral

• Aumento na gordura total, em especial a visceral, que guarda relação inversa com o nível de testosterona

• Alteração da função cognitiva

• Sintomas depressivos

• Diminuição da libido e disfunção erétil

• Osteopenia e osteoporose (cerca de 70% das fraturas em homens idosos ocorrem naqueles com baixos níveis de andrógenos, contra 30% nos portadores de níveis hormonais normais)

• Diminuição discreta do volume testicular (às vezes).

Os objetivos do tratamento quando da reposição androgênica (TRH) do
hipogonadismo tardio no homem, é o alívio de alguns sintomas, sendo necessário um acompanhamento médico do paciente.

Os objetivos do tratamento podem ser resumidos nos seguintes itens:

• Prevenção e/ou tratamento da perda de massa óssea (osteopenia e osteoporose)

• Melhora da função sexual e da libido

• Melhora da qualidade de vida, incluindo sensação de bem estar, da força e do bem estar geral.

Contra-Indicações da Terapia de Reposição Androgênica
Presença ou suspeita de câncer de próstata.

A  terapia de reposição hormonal masculina é relativamente recente, e novos estudos deverão surgir, em especial os de longos períodos de observação. Certamente trarão mudanças nos conceitos hoje adotados. De qualquer maneira, é importante o acompanhamento médico.

Uma alimentação saudável e bem orientada também poderá ajudar bastante.

Anúncios

Etiquetas:, ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: