Doença Celíaca

A doença celíaca é uma condição crônica que afeta principalmente o
intestino delgado. Caracteriza-se por uma intolerância permanente ao glúten,
uma proteína encontrada no trigo, centeio, cevada e (em menor quantidade?) na aveia.

É uma doença que se manifesta geralmente em pessoas geneticamente
predispostas mas que pode ter uma etiologia multifatorial, ou seja,
além da genética, fatores ambientais, e imunológicos também podem contribuir para a sua manifestação.

A doença celíaca tem que ser encarada seriamente já que ela pode acarretar deficiências nutricionais importantes podendo inclusive levar a morte. Até o momento, o tratamento disponível e eficaz é a dieta permanente.  Cada vez que o paciente se recusa a seguir a dieta, ele pode estar causando mais danos ao seu organismo e pondo em risco a sua vida.

O paciente celíaco pode levar uma vida normal retirando de seu cardápio os
cereais trigo, aveia, cevada (e malte) e centeio, assim como os seus derivados
e os grãos híbridos desses cereais, como o Triticale sp. Em relação à aveia,
ainda é discutível seu efeito, já que ela não produz reações em alguns
pacientes celíacos, e estudos mostram que esses pacientes podem tolerar seu consumo em função da estrutura com baixa quantidade de aveninas presentes no grão. Mas continua sendo um alimento contra-indicado.

Uma grande atenção deve ser dada aos produtos farmacêuticos que utilizam amido de trigo como ingrediente em suas formulações, pois o glúten pode estar presente como excipiente nas cápsulas, comprimidos ou suspensões orais.

Os pacientes e familiares precisam estar cientes quanto a transtornos clínicos e histológicos com o consumo esporádico de glúten. O seguimento da dieta pelo paciente celíaco depende, fundamentalmente, principalmente no caso das crianças,dos familiares no que diz respeito a não disponibilizar alimentos proibidos e suas substituições. Também alguns cuidados são necessários pois a manipulação dos alimentos isentos de glúten, devem estar bem separadas das preparações de alimentos com glúten para que não haja contaminação cruzada.

GRUPOS

PERMITIDOS

PROIBIDOS

Farinhas e Féculas ( Cereais,
Tubérculos e

seus sub-produtos, que encontramos em forma de pó.

As mais indicadas: Arroz, Batata,

Milho e Mandioca.

Arroz = farinha de arroz, creme de
arroz,

arrozina, arroz integral em pó e seus derivados.

O creme de arroz não é um creme ou
pasta, e sim

um pó.

Milho = fubá, farinha, amido de milho
(

maisena ), flocos, canjica e pipoca.

Batata = fécula ou farinha.

Mandioca ou Aipim = fécula ou
farinha,

como a tapioca, polvilho doce ou azedo.

Macarrão de cereais =arroz, milho e

mandioca.

Cará, Inhame, Araruta, Sagú, Trigo

sarraceno.

TRIGO = farinha, semolina, germe

e farelo.

AVEIA = flocos e

farinha. CENTEIO

CEVADA = farinha.

MALTE

Todos os produtos elaborados com os
cereais citados

acima

Bebidas

Sucos de frutas e vegetais naturais,

refrigerantes e chás. Vinhos, champagnes, aguardentes e saquê.

Cafés com selo ABIC.

Cerveja,

whisky, vodka, gin, e ginger-ale. Ovomaltine,
bebidas contendo

malte, cafés misturados com cevada. Outras bebidas cuja composição não esteja

clara no rótulo

Leites e derivados

Leite em pó, esterilizados ( caixas
tetrapack ),

leites integrais, desnatados e semi desnatados. Leite

condensado, cremes de leite, Yacult. Queijos frescos, tipo

minas, ricota, parmesão. Pães de queijo. Para iogurte e requeijão,

verifique observações nas embalagens.

Leites achocolatados que contenham malte
ou

extrato de malte, queijos fundidos, queijos preparados com cereais

proibidos. Na dúvida ou ausência das informações corretas nas

embalagens, não adquira o produto

Açúcares

Doces

Achocolatados

Açúcar de cana, mel, melado,
rapadura, glucose de

milho, malto-dextrina, dextrose, glicose. Geléias de fruta e de

mocotó, doces e sorvetes caseiros preparados com alimentos

permitidos. Achocolatados de cacau, balas e caramelos.

Para todos os casos, verifique as
embalagens.

Carnes ( boi, aves, porco, cabrito,
rãs,

etc ), peixes e produtos do mar, ovos e Vísceras ( fígado, coração)

Todas, incluindo presunto e lingüiça
caseira

Patês enlatados, embutidos

Gorduras e óleos

Manteiga, margarina, banha de porco,
gordura

vegetal hidrogenada, óleos vegetais, azeite

Grãos

Feijão, broto de feijão, ervilha
seca, lentilha,

amendoim, grão de bico, soja ( extrato protéico de soja, extrato

hidrossolúvel de soja )

Extrato protéico vegetal,

Proteína vegetal hidrolizada

Hortaliças

Legumes e verduras: Todas

Condimentos

Sal, pimenta, cheiro-verde, erva,
temperos

caseiros, maionese caseira, vinagre fermentado de vinhos tinto e de arroz,

glutamato monossódico (Ajinomoto)

Mainoese, catchup, mostarda e

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: