Fast Food seu valor nutricional – steak de frango

A urgência das coisas hoje, em função da velocidade das informações, tem exigido das pessoas respostas urgentes.
Não há mais tempo para nada e a cozinha precisa ser muito prática e rápida para que possa funcionar sem prejudicar as outras atividades da dona de casa, mãe, esposa e trabalhadora.

Com isso, o aumento de produtos industrializados para atender à demanda de alimentos de fácil preparo foi muito grande. Um produto muito procurado nas prateleiras é o steak de frango Aquele bife de frango à milanesa.

Mas como é feito esse produto? Ele é adequado para consumo frequente?

Este produto é feito principalmente com carne de frango mecanicamente separada, pele de frango e retalho do peito, e então é homogeneizado, modelado, empanado, pré-frito e cozido. A  composição do steak já é a mistura de algumas partes do frango, envolvendo a pele que é rica em gordura saturada.

O consumo excessivo destes produtos está diretamente associado ao aumento na incidência de obesidade e das demais doenças crônicas não transmissíveis associadas, hipertensão, doenças cardiovasculares, etc. Como tem crescido o número de pessoas com esse tipo de doença citado anteriormente, o interesse por informações sobre nutrição também tem se tornado maior e tem feito com que os consumidores prestem mais atenção nos rótulos buscando as informações nutricionais do produto. A maior preocupação é com relação as quantidades de ácidos graxos trans e lipídeos, bem como o valor energético. Neste contexto, as análises acuradas e reprodutíveis do perfil de ácidos graxos dos alimentos são de grande importância.

Em trabalho recente pesquisadores avaliaram a composição de ácidos graxos de cinco marcas de steak de frango comercializadas no Brasil e compararam seus resultados com os valores descritos no rótulo nutricional de alimentos.

Os resultados mostraram que os valores encontrados para proteína de todas as marcas estavam de acordo com o estabelecido pela legislação brasileira. Com relação aos lipídeos, treze ácidos graxos foram identificados nas marcas avaliadas, sendo os majoritários os ácidos oléico, linoléico e palmítico. A razão de ácidos graxos poli-insaturados/ saturados estava dentro dos valores considerados adequados para benefício da saúde humana, porém, as elevadas razões ômega-6/ômega-3 encontradas podem resultar em um desequilíbrio na ingestão destes ácidos graxos. Apenas duas amostras puderam ser consideradas livres de trans de acordo com a legislação brasileira, a qual preconiza como zero trans aqueles alimentos que contenham menos de 0,2 g de trans por porção. Além disso, outras duas marcas que relataram zero trans continham teores acima do permitido pela legislação. Com relação aos demais macronutrientes a maioria das marcas subestimou os teores de lipídios e o valor energético, mas houve pequena variação no teor de proteína.

Os resultados para steak de frango mostram que a comparação entre os dados obtidos em laboratório e aqueles descritos na rotulagem ainda são divergentes principalmente com relação aos lipídeos totais, aos ácidos graxos trans e, por conseqüência, o valor calórico.

De qualquer maneira, os alimentos pre-prontos, industrializados, não devem ser consumidos com muita frequência. Eventualmente eles auxiliam as donas de casa a preparar mais rapidamente uma refeição, mas, sem dúvida nenhuma eles não podem ser classificados como alimentos saudáveis.
Esta observação tem um impacto direto em saúde pública e destaca a importância de métodos padronizados com a finalidade de informar corretamente os consumidores. (Nutr.Pauta)

Fontes:

TANAMATI AAC et al. Composição
centesimal e quantificação de ácidos graxos em steak empanado de frango. Cienc.
Tecnol. Aliment., 31: 178-83, 2011.

BRASIL.
Resolução RDC nº 360 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, 23 dezembro
2003. Disponível em: http://e-legis.anvisa.gov.br / leisref / public / showAct.php?id=905

Anúncios

Etiquetas:, , ,

2 thoughts on “Fast Food seu valor nutricional – steak de frango

  1. Ricardo 16/08/2011 às 3:32 pm Reply

    boa a matéria. gostei.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: