O que é gastronomia molecular?


Com a tecnologia e a facilidade da troca de informações nos dias de hoje, a gastronomia tem se aperfeiçoado. Não é só a mistura de sabores e texturas e uma bela apresentação do prato, mas foi além. Misturou-se à ciência  e os conhecimentos da física e da química se tornaram importantes na gastronomia, priorizando qualidades e substituindo técnicas e ingredientes menos adequados. Surgiu a Gastronomia molecular, que ganha adeptos no mundo inteiro.

A gastronomia molecular trouxe benefícios à saúde, otimizando a preservação dos nutrientes, fazendo pequenas alterações em ingredientes ou mesmo no preparo do prato. Sabendo como utilizá-los, disponibilizamos os nutrientes da maneira mais adequada possível, enriquecendo o prato. A “Gastronomia Molecular” valoriza os resultados da Ciência dos Alimentos junto a particulares, acompanhando-os na cozinha, até o prato final (pronto).

Um bom exemplo disso é o licopeno. Embora pesquisas atestem que a substância, presente no tomate previna o câncer de próstata, não adianta comer um monte de tomates, pois o licopeno tem pouca disponibilidade na fruta in natura. A maneira de tirar maior proveito destes benefícios do licopeno é na forma de molho que, sem grande parte da água presente no tomate, o licopeno fica muito mais concentrado e disponível, dizem os cientistas. E é possível potencializar ainda mais acrescentando azeite ao molho.

A alimentação tem buscado saídas pra tantas enfermidades. Novas e constantes pesquisas têm sido feitas nessa área. A forma de preparo muitas vezes é tão importante quanto a escolha dos ingredientes. Mudanças aconteceram de uns anos para cá na composição dos alimentos: a forma de plantio, uso de defensivos, tipo de adubagem, riqueza do solo, etc, influenciaram alterando a composição química como os valores de minerais e vitaminas e fazendo com que as tabelas nutricionais sempre utilizadas, sirvam hoje apenas como orientação.

Quando comemos, usamos os sentidos do olfato, da visão, do paladar, então é importante que o prato tenha aroma agradável, seja bonito de se ver, tenha um gosto apreciável, esteja em quantidades adequadas, tenha sido preparado adequadamente e principalmente seja nutritivo. Se a alimentação preencher esses primeiros requisitos, ela terá cumprido o seu papel inicial. Depois, o organismo bem equilibrado e nutrido, se encarrega do resto.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: