Um desconforto comum a todos

A diarréia aflige a todos periodicamente, desde o nascimento e as crianças são particularmente vulneráveis. Ela não é uma doença ou um fato em si, mas um sintoma de que o organismo está reagindo a alguma disfunção. Para a maioria das pessoas, a diarréia é um episódio rápido e de curta duração. Para outras, é um problema habitual, crônico, aparentemente sem causa detectável. Além disso, poucos são os visitantes a outras partes do globo que escapam de uma doença comum, conhecida como diarreia do turista ou diarréia dos viajantes.

Definida simplesmente, a diarréia é o excesso de água excretado nas fezes, resultante de movimentos intestinais aquosos freqüentes. Ocorre, ainda simplesmente falando, em função de uma diminuição da absorção de água no trato intestinal, ou ao aumento da secreção de água, ou uma combinação dos dois. Bactérias como E.coli e estafilococos também podem ser causa de diarréia (ver “Toxinfecções alimentares” nesse site), estimulando a secreção de água, o que explica por que as infecções causadas por água ou alimentos comumente causam diarréia, incluindo a diarréia dos viajantes. Alguns laxantes funcionam da mesma forma. As causas mais comuns da diarréia são infecções gastrointestinais por bactérias, vírus ou parasitas; intolerâncias, alergias ou sensibilidade a determinados alimentos ou compostos dos alimentos e doenças como a síndrome do cólon irritável ou doença celíaca (ver matéria aqui no site). Qualquer pessoa sofrendo de diarréia crônica, que dure semanas ou meses, pode ter um problema clínico subjacente, e deve procurar um médico.

A alimentação, sem duvida nenhuma, pode causar, agravar e aliviar a diarréia. Os alimentos podem provocar diarréia através de complexos mecanismos de intolerância. E, definitivamente, os alimentos ingeridos podem prolongar ou encurtar a duração dos episódios ocasionais de diarréia. Na verdade, comendo de maneira certa, você pode manter o funcionamento adequado dos intestinos ou encurtar em um terço o tempo de recuperação de uma crise de diarréia.

É importante saber a causa para se adequar a dieta correta e reequilibrar o organismo corretamente. Por isso, procure um profissional, principalmente no caso e crianças e idosos.

Tratamento:

Determinar causas e condutas, prevenindo a desidratação , desequilíbrio eletrolítico, anemia, perda de peso, e hipoglicemia.

Restaurar a motilidade intestinal normal, com uma alimentação adequada e correta alimentação para esse distúrbio gastrintestinal.

ALIMENTOS QUE VOCê DEVE COMER SE TIVER DIARRÉIA

  • Pães brancos, biscoito água e sal, cereais refinados cozidos, macarrão e arroz branco (os integrais, aceleram os movimentos intestinais)
  • Banana-maçã e prata, maçã sem casca ou raspada, purê de frutas,  frutas assadas, sucos coados
  • Batata, cenoura, chuchu e abobrinha cozidos, em forma de purê ou creme, em sucos e sopas
  • Leites industrializados à base de soja. Leite pobre ou isento de lactose
  • Bifes tenros, frango sem pele, peixe, clara de ovo
  • Sobremesas feitas com pouco açúcar, gelatinas, sobremesas à base de frutas

ALIMENTOS QUE PODEM AGRAVAR A DIARRÉIA

  • Alimentos que provocam gases, como feijão, repolho e cebola, que causam desconforto, espasmos e inchaço;
  • Alimentos com muita fibra, como frutas e vegetais, casca das frutas e vegetais e cereais integrais de difícil digestão;
  • Hortaliças folhosas cruas, brócolis, abóbora , milho, couve-flor, pepino, pimentão etc. hortaliças preparadas na manteiga, gratinadas, fritas, com molhos gordurosos ou maionese.
  • Leite, principalmente se você apresentar intolerância ao açúcar do leite (lactose);
  • Líquidos com muito açúcar, como refrigerantes e sucos.
  • Café e outras bebidas contendo cafeína. A cafeína rouba os líquidos necessários do corpo;
  • Sopas industrializadas.  Elas não têm o teor nutritivo necessário e normalmente contém muito sódio.

 TRATAR A DIARRÉIA

  • Mantenha a hidratação, através da ingestão de muito líquido, principalmente água.
  • Experimente a sopa de cereais ou uma solução de reidratação oral caseira ou comercial
  • Continue a se alimentar normalmente, optando por alimentos suaves ricos em amido ( arroz, batata, etc).
  • Não institua uma dieta de líquidos claros, nem jejue para descansar o intestino.
  • Evite os grãos com muitas fibras, alimentos que provoquem gases e certamente leite, se você tiver intolerância à lactose.
  • Exclua líquidos com alto teor de açúcar, como sucos de frutas e refrigerantes gasosos doces. Não dê refrigerante dietético às crianças.
  • Beba água, alguns goles de cada vez, mesmo se estiver com náuseas vomitando. Isso ajudará a encurtar o curso da diarréia. Beba sempre pequenas quantidades de líquido, ao invés de grandes quantidades de uma única vez. Muito de uma só vez pode provocar vômitos. Essencialmente, você deve beber líquido suficiente para repor o que perdeu.

Lembre-se que a diarréia, além de trazer desconforto, ela leva à desidratação e outros distúrbios. Não encare a diarréia como algo sem importância, mas realmente como um sintoma de que o organismo precisa de cuidados.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: