Impactos da alimentação na saúde

Muitos são os impactos na saúde por aquilo que comemos. Esses impactos podem ser causados tanto pelas novas formas de produção de alimentos quanto em decorrência do aumento do consumo de produtos industrializados.

Doenças infecciosas têm se disseminado na população, como reflexo de formas de produção que visam maximizar os lucros. Vários exemplos podem ser observados nos processos de industrialização dos alimentos. Os frangos comerciais adquirem músculo tão rapidamente que o resto de sua anatomia não consegue acompanhar. Como grande parte do consumo de energia e proteína do frango é desviada para o crescimento muscular, a ave tem menos energia para outras funções orgânicas, tais como a resposta imunológica, aumentando o risco de infecção por doenças endêmicas, necessitando do aumento constante do uso de antibióticos e gerando, por consequência, um aumento das bactérias resistentes a esses antibióticos. Este efeito se desdobra na forma de doenças humanas de tratamento cada vez mais difícil, como a gripe aviária.

Outro exemplo diz respeito ao hambúrguer, produto feito em grandes lotes, utilizando aparas de carne de várias carcaças, de vários fornecedores. Os lotes são constantemente misturados, de modo que os produtos geralmente contêm carne de dezenas ou até mesmo centenas de animais diferentes. Essa mistura dificulta a identificação de lotes de carnes contaminados com Escherichia coli, bactéria bastante comum no gado confinado e que até o final da década de 70 oferecia pouca ameaça à saúde humana. Atualmente, entretanto, após sofrer mutações e interações com a bactéria Shigella, esta nova cepa de Escherichia coli já levou pessoas à morte.

Já o aumento do consumo de alimentos industrializados, principalmente de alta densidade energética e de custo relativamente baixo, tem sido estimulado pela globalização da economia, industrialização, abundante oferta e poderosas estratégias de marketing. Estes alimentos caíram no gosto popular e foram ocupando o lugar dos alimentos “in natura” na vida das pessoas. Essa substituição contribuiu para o empobrecimento da alimentação, que passou a ser caracterizada pelo excesso de calorias, de alimentos de origem animal (ricos em gorduras saturadas e colesterol), de sal, de açúcar e de gordura assim como pela falta de alimentos fontes de fibras, de minerais, de vitaminas e de água.

Essa mudança alimentar tem acarretado o aumento de doenças crônicas não transmissíveis, tais como hipertensão arterial, diabetes, obesidade e vários tipos de câncer, além de deficiências nutricionais como a anemia, tanto entre adultos como entre jovens e crianças. No que diz respeito à obesidade, os principais fatores que contribuem para o aumento desse agravo em quase todos os países do mundo, incluindo o Brasil, são:

• o atual padrão de atividade física: caracterizado pelo sedentarismo de uma parcela cada vez maior da população;

• o perfil alimentar contemporâneo: caracterizado pelo aumento da densidade calórica da alimentação (quantidade de calorias por volume ingerido), pelo tamanho exagerado das porções de alguns alimentos ultra processados e pela elevada participação de “calorias líquidas”, propiciadas pelo consumo frequente de refrigerantes e de bebidas adoçadas em geral que comprometem o balanço de energia. Além disso, os alimentos industrializados contêm muitos ingredientes que não são apenas densos em termos de caloria em si, mas também estimulam a comer mais.

Essas são pesquisas que  busco e que trago para o blog, têm o objetivo da informação e da oportunidade, através do conhecimento, de escolhas mais adequadas que favoreçam a saúde dos leitores e de suas famílias.

Anúncios

Etiquetas:, , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: