Selênio e sua importância na saúde humana

Necessitamos de muitos nutrientes para viver e embora alguns sejam necessários em quantidades mínimas, eles são extremamente importantes para a nossa saúde. Esse é o caso do selênio. O selênio é um elemento-traço essencial para a saúde humana. Ele tem várias funções tais como: antioxidante, proteção contra ação nociva de metais pesados e xenobióticos ( substâncias ou compostos químicos estranhos ao organismo), prevenção de doenças crônicas não-transmissíveis, reforço e melhora do sistema imunológico, etc.

Evidências científicas sugerem que a deficiência moderada de selênio está associada com o aumento do risco de doenças crônicas, câncer, doenças infecciosas, infertilidade, diminuição da função imune e da tireóide.

Este mineral está entre os micronutrientes mais potentes como agente antioxidante no cenário clínico.
Pacientes gravemente doentes que apresentam baixos níveis séricos de selênio apresentam prognóstico negativo, pois relaciona-se com o aumento do estresse oxidativo e predisposição à falência de órgãos.

O consumo adequado de selênio é necessário para se alcançar uma ótima saúde e expectativa completa de vida. Sendo assim, as RDA para selênio foram definidas em 2000 pelo Food and Nutrition Board como 55 a 70mcg/dia para homens, mulheres e adolescentes (de 14 a 18 anos de idade)
(TRUMBO et al, 2001).

Estudos epidemiológicos observaram que a maior ingestão de selênio está relacionada com menor incidência de câncer de tireóide, pele, mama, ovário, próstata e trato gastrintestinal, especialmente colorretal. Estima-se que o consumo de 200 µg/dia de selênio tenha ação preventiva contra o câncer.

Pesquisas científicas apontam que a concentração plasmática de selênio diminui durante o tempo de internação em unidade de terapia intensiva (UTI). Assim, a maioria dos doentes com sepse ou choque séptico apresenta baixos níveis plasmáticos de selênio e, consequentemente, uma diminuição da atividade da glutationa peroxidase, resultando em piora do resultado clínico.

A vitamina E o selênio são antioxidantes e interagem fisiologicamente. Eles agem sinergicamente: a vitamina E reduz a exigência de selênio e o mantém em sua forma ativa; o selênio poupa a vitamina E, reduzindo a exigência dessa vitamina (VANNUCCHI & MARCHINI, 2007). Sendo assim, eles podem auxiliar na cura da doença hepática e de certas afecções musculares. Pode ajudar na prevenção do câncer, problemas cardíacos, cataratas e até acidente vascular cerebral.

As principais fontes de selênio são: castanhas-do-pará, frutos do mar, aves e carnes vermelhas, grãos de aveia e arroz integral; além do solo no qual todos foram cultivados (KRAUSE, 2005).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: