Cuidados ao adquirir alimentos

Não levamos muito em conta determinados cuidados que devem ser tomados na compra de alimentos. Esses cuidados podem evitar muitos
transtornos à saúde.

CUIDADOS ESPECIAIS NA COMPRA DOS ALIMENTOS:

1) CARNE BOVINA:

A cor da carne bovina própria para o consumo deve ser vermelha, com consistência firme e sem escurecimento ou manchas esverdeadas.

Atenção: a cor vermelha acentuada, às vezes, pode ser falsa, “criada” por adição de corantes para disfarçar a deterioração do alimento.

Caso a carne congelada solte água e esteja um pouco mole, não compre.

A venda de carne previamente moída só é permitida quando for embalada, rotulada, contendo número e carimbo de registro da inspeção federal ou estadual (S.I.F ou S.I.E.).

Não compre carne previamente moída não embalada e sem registro, pois correrá o risco de levar mistura de sebo, pelancas, aparas e aditivos químicos tóxicos, que disfarçam a deterioração inicial, dando cor vermelha viva ao produto.

A venda de carne fresca moída é permitida se a moagem for feita na presença do comprador.

Observe sempre os dois lados do pedaço de carne que está comprando, pois de um lado ele pode estar bom e, do outro, ter sebo, pelancas etc..

Os açougues devem estar limpos, sem insetos. Observe a condição de limpeza da superfície onde a carne é cortada, pois o líquido que fica de um pedaço de carne pode contaminar outro.

Não adquira carne bovina em feiras-livres, pois são geralmente provenientes de matadouros clandestinos e estes animais não têm controle sanitário, podendo transmitir doenças.

2) CARNE DE AVES:

A carne de aves própria para o consumo deve ter consistência firme, bem aderida aos ossos, cor amarela pálida, ligeiramente rosada. Não pode estar amolecida nem pegajosa.

Compre somente miúdos de aves quando convenientemente conservados em sistema de refrigeração. Os miúdos (fígado, coração, moelas), por sua natureza, oferecem condições para sobrevivência de bactérias, sofrendo rápido processo de amolecimento, levando facilmente à decomposição.

Não adquira, em hipótese alguma, sangue já exposto para o preparo de molhos.

Não compre carne de aves congelada que apresente embalagem danificada, cheia d’água ou sangue.

3) CARNE SUÍNA:

A carne suína própria para o consumo tem consistência firme, não amolecida nem pegajosa.

Não adquira a carne de porco com pequenas “bolinhas” brancas, chamadas popularmente de “canjiquinha”, parecendo pipoca, pois
indicam que o animal foi infestado por cistos de Tênia, e se a pessoa ingerir o cisto vivo na carne mal cozida, pode adquirir a teníase (solitária). Em alguns casos, os ovos do verme adulto vão para o cérebro da pessoa parasitada, causando a neurocisticercose.

Não é aconselhável adquirir carne suína em feiras-livres ou ambulantes, pois esses animais são geralmente provenientes de matadouros clandestinos, sem controle sanitário, podendo transmitir doenças.

4) EMBUTIDOS E FRIOS:

São produtos cárneos (salsichas, mortadelas, presuntos, lingüiças, apresuntados etc.) produzidos à base de carnes suínas, bovinas e de aves, devendo, por isso, ser mantidos sob refrigeração constante. São altamente perecíveis.

Não compre esses produtos se estiverem desprendendo líquido, com a superfície úmida, pegajosa, se estiverem amolecidos ou apresentarem manchas esverdeadas, assim como, cheiro desagradável e de ranço, pois isso indica início ou presença
de decomposição.

Recuse as unidades que estiverem com embalagem violada.

Não guarde os produtos enlatados na própria lata. Depois de aberto, passe o produto para outro recipiente, jogando a lata fora.

Os embutidos e frios, vendidos já fatiados, devem estar em embalagens constando identificação do produto, informação sobre o fabricante e sobre o
estabelecimento onde foram fatiados, data do fatiamento e prazo de validade para consumo.

5) PESCADOS:

São os peixes, camarões, lagostas, ostras, mexilhões, siris etc. Necessitam de refrigeração constante em torno de 0º C. Os peixes são alimentos altamente perecíveis e sensíveis a bactérias, portanto, de alto risco. Sua compra deve ser feita com muito cuidado.

O peixe próprio para o consumo deve ter a carne firme e resistente à pressão dos dedos, os olhos brilhantes e ocupando totalmente a órbita, as guelras vermelhas, as escamas grudadas na pele, a cloaca fechada (orifício por onde são eliminadas urina e fezes).

Se o peixe estiver com as guelras destruídas, olhos afundados, cheiro de amoníaco, carne cedendo à pressão dos dedos e a barriga inchada, está impróprio para o consumo.

O acondicionamento adequado do pescado para exposição no comércio é feito em recipientes ou bancadas com gelo na proporção de 2 Kg de gelo para 1 Kg de pescado, ou mantido em balcões frigoríficos.

Não se pode colocar o pescado sobre folhas (verduras) para decoração, pois há risco de contaminação para os alimentos.

O pescado comprado congelado, se em peça inteira, deve estar completamente duro, sem ceder em absoluto à pressão dos dedos, com a pele lisa e limpa, sem erosões ou rachaduras.

Quando comprado em postas, essas terão de se apresentar duras, com a espinha branca e uniforme. A exposição à venda do peixe cortado em postas é feita em balcão frigorífico.

O camarão próprio para o consumo tem a cabeça aderente ao corpo, carapaça aderente ao músculo do corpo e músculos firmes. O corpo é curvo e sua cor é rosada ou acinzentada.

O camarão descascado ou a carne de siri podem ser comercializados se estiverem congelados, conservados em freezer, empacotados, constando data de validade e com número do serviço de inspeção. Caso contrário, sua venda é proibida.

Verifique, quando o produto for congelado e estiver em câmara ou balcão frigorífico, se é visível sobre ele uma tênue “nuvem” de frio
(garantia da baixa temperatura da câmara ou balcão frigorífico).

As ostras e mexilhões postos à venda, próprios para o consumo, têm as conchas fechadas e com retenção de água límpida em seu interior; a carne é úmida, esponjosa e aderente à concha, e o cheiro pronunciado. A coloração normal é a cinzenta clara nas ostras e amarelada nos mexilhões e mariscos.

Os polvos e lulas próprios para o consumo apresentam a pele lisa e úmida, carne elástica, olhos vivos e salientes nas órbitas e coloração roxo-clara.

Ostras, mexilhões, siris e caranguejos precisam ser muito bem cozidos, pois, dependendo do local onde são pescados, podem trazer muitos micróbios, e a bactéria que causa cólera é um exemplo.

6) SALGADOS:

Observe, ao comprar salgados (bacalhau, charques), se apresentam o “vermelhão”, que é característico do produto estragado. A presença de
“larvas” ou “bichos” mostra que ocorreu contaminação por dejetos ou deposição de ovos por moscas.

Recuse-os também quando parecerem “molhados”, pois há suspeita de banho de sal (“ressalga”) que, além de torná-los aparentemente frescos, com
aspecto de “chegados no dia”, aumenta seus pesos. Rejeite produtos com a presença de “fungos” ou “bolores” na superfície, que caracterizam, também, impropriedades para o consumo (estão “passados” ou mal conservados).

7) LEITE E LATICÍNIOS:

São chamados laticínios produtos derivados do leite: queijo, manteiga, requeijão, iogurte e outros. Eles devem ser mantidos sob refrigeração em
balcões ou vitrines frigorificadas.

Evite comprar produtos em sacos ou embalagens estufadas (indica fermentação), furadas ou com vazamentos (possível contaminação posterior à pasteurização).

Se o prazo de validade estiver ilegível (apagado ou borrado), não compre o produto.

O leite e seus derivados podem tornar-se um veículo favorável para muitos micróbios se as condições sanitárias do animal, da produção, do transporte, da industrialização etc. não forem adequadas. As doenças mais comuns que podem ser transmitidas através do leite cru ou contaminado são: tuberculose, brucelose, febre tifóide, disenterias e diarréias.

O leite longa vida ou UAT (ultra-alta temperatura) pode ser armazenado em temperatura ambiente sem refrigeração por 120 dias quando fechado. No leite UAT, é aceita a colocação de aditivos (estabilizantes). Não adquira caixas deleite longa vida amassadas ou deformadas, pois podem estar com a proteção interna danificada.

O leite pasteurizado precisa ser mantido sob refrigeração mesmo fechado. Pode ser embalado em sacos, e existem três tipos de leite no mercado brasileiro: A, B e C. O tempo que esse produto pode ficar para a venda é curto.

Compre somente os produtos que estejam sob refrigeração contínua.

Não compre laticínios que apresentem soro com superfície limosa, assim como, queijos anormalmente estufados ou com mofo e sujeiras.

Recuse o requeijão em copo caso a massa não se apresente branca e cremosa por igual, se houver separação entre a parte cremosa e a parte líquida ou
estufamento da tampa (fermentação).

No caso de requeijão aberto em casa, não introduza talheres já em uso, para evitar possíveis contaminações.

Observe se os cremes apresentam conteúdo límpido, sem manchas e sem halos verdes (“bolores”).

Observe com cuidado o prazo de validade do leite em pó e o tempo em que pode ser consumido após aberto. Não se devem utilizar medidores contidos na lata desse leite, colheres úmidas e tampouco tocar a massa com as mãos.

Armazene a manteiga sob temperatura adequada. Se apresentar ranço, não consuma.

8) OVOS

Os ovos próprios para o consumo apresentam cascas ásperas e frescas e, se colocados na água, não flutuam. O ovo fresco afunda na
água.

Não adquira ovos que apresentem casca manchada ou rachada, o que indica falta de adequada proteção e cuidados durante o transporte ou acondicionamento.

Quando a clara está muito amolecida (quase líquida e com cheiro forte), ou quando o ovo flutua na água (ovo velho), está impróprio para o consumo.

Vigilância Sanitária

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: