Envelhecimento

 

O envelhecimento é um processo natural no ser humano e não precisa amedrontar ou deprimir, mas aproveitar a experiência que a vida forneceu para utilizar em seu próprio proveito e em proveito e ajuda dos outros. O envelhecimento não precisa ser sinônimo de incapacidade, de doença ou de coisas negativas, e nós vemos sempre a mídia, muitos exemplos de pessoas de idade que encontraram em sua velhice, muitos motivos para serem felizes e fazer mais do que muitos jovens por aí.

Envelhecer é normalmente associado com o aumento de doença crônica como também infecções e morbidez, em função, muitas vezes, de falta de conhecimento, do isolamento, informação ou simplesmente opção por continuar com hábitos e costumes que são prejudiciais à saúde.

Ter uma alimentação saudável em qualidade e quantidade é fundamental para a manutenção da vida. Muitas doenças se iniciam “pela boca”.

Comumente a velhice traz declínio da função imunológica?

O declínio na função imune com a idade é devido ao processo de envelhecimento em si ou é secundário a saúde pobre, inflamação e outros fatores de estilo de vida particularmente como o estado nutricional. Ou seja, é possível melhorar o estado de saúde, fortalecendo o sistema imunológico através de uma alimentação correta e adequada. Muitos idosos relatam que comem alimentos saudáveis, mas eu pergunto: será que em quantidades adequadas ou em combinações adequadas?

Envelhecer é freqüentemente associado com a falta de regulação da resposta imune no idoso saudável; algumas destas mudanças podem ser secundárias a deficiências de macronutrientes (energia e proteína) e micronutrientes (notavelmente, vitaminas B6, B12 e ácido fólico, como também ferro e zinco), em função geralmente de alimentação deficiente. É claro que existem algumas patologias que levam a deficiências nutricionais, mas a alimentação adequada continua sendo fundamental nesse processo.

Os indivíduos mais velhos têm freqüentemente deficiências múltiplas de nutrientes por causa de fatores fisiológicos, sociais e econômicos. Mas eu acrescento a falta de informação ou dificuldade em mudar hábitos.
Suplementação alimentar é acompanhado freqüentemente por uma melhora na
função imune dos idosos que possuem deficiência em nutrientes. São até discutidas
prioridades para pesquisas e considerações metodológicas para estudos futuros.

Nossos idosos hoje vivem mais, mas nem sempre com mais saúde. Para isso, é necessário o mesmo: alimentação adequada, caminhadas diárias (para os que podem) e visitas ao médico para monitoração da saúde e também e não menos importante buscar fazer coisas que lhes dêem prazer e alegria.

Buscar um amigo em Deus é de grande e excelente ajuda.

Anúncios

Etiquetas:, ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: