Saúde e Longevidade

Já ouvimos e vimos várias reportagens sobre alguns povos que vivem mais e com mais saúde do que outros e muitas pesquisas foram realizadas, tentando descobrir seus “segredos”. Pesquisando na Internet, encontrei mais uma matéria sobre o assunto e resolvi passar para vocês. Eu a encontrei em Viva Saúde. Claro que devemos lembrar que, o que mantém a nossa saúde é um conjunto de fatores em função da nossa individualidade, genética, hábitos, equilíbrio bioquímico, etc. Mas uma boa alimentação contribui bastante.

Gene Stone teve a oportunidade de escrever sobre inúmeros tratamentos adotados com sucesso para curar doenças. “Também notei que havia populações em que as pessoas nunca ficavam doentes. Então me ocorreu que eu devesse perguntar a essas pessoas o que elas faziam”, disse Stone em entrevista.

As respostas estão no livro “Os segredos das pessoas que nunca ficam doentes”, lançado nos EUA. Em suas andanças, Stone percebeu que cinco povos eram os mais saudáveis: a Barbagia, na Itália; Okinawa, no Japão; a comunidade dos Adventistas do Sétimo Dia, na Califórnia; a Península de Nicoya, na Costa Rica; e a ilha grega de Ikaria.

Outro americano, Dan Buettner, escreveu sobre o tema em um livro que virou best-seller: Blue Zones: lições de pessoas que viveram muito para quem quer viver mais. Ambos os autores nos ajudaram a traduzir as experiências dessas pessoas. Confira algumas dicas eficazes, comentadas por 21 especialistas brasileiros.

BEBER ÁGUA, MESMO SEM SEDE
Aqui no site há uma matéria só sobre a água e sua importância.  Todo o organismo sofre quando não fornecemos a ele a quantidade necessária: de 2 a 3 l por dia. O líquido ajuda a aumentar a saciedade, evitando compulsões que podem levar ao sobrepeso e ao aparecimento de diversas doenças, ao mesmo tempo que mantém a saúde do sistema renal, a hidratação da pele.

INGERIR MAIS NOZES E CASTANHAS
Coma duas unidades de nozes todos os dias. Esse é um dos segredos dos Adventistas da Califórnia. Cerca de 25% deles comem nozes cinco vezes por semana. E diminuíram pela metade o risco de problemas cardíacos.O mesmo com a castanha do Pará, caju, amêndoas.

COMA MAIS ALHO
Ele diminui os níveis de colesterol, a pressão arterial e potencializa as nossas defesas e evita assim problemas cardíacos.

PRODUTOS DA SAFRA.
Consuma produtos da safra. Pelo menos eles devem receber uma carga bem menor de agrotóxicos.

COMER MAIS FRUTAS
Aumentar o consumo de produtos de origem vegetal é uma das medidas mais significativas na prevenção de doenças crônicas. A prática foi observada em pelo menos quatro das cinco Blue Zones. Falamos sobre esse assunto no post de ontem.

Por hoje é só. Amanhã continuo a falar das dicas para uma vida melhor.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: