Caqui, essa delícia nutritiva

Frutas, essas delícias que alimentam. No  Brasil temos abundância de frutas e sua variedade de espécies, cores e sabores é simplesmente fantástico.

Estamos na época do caqui e essa fruta pode ter vários aspectos e sabores diferentes. O período de produção de caqui no Brasil acontece entre os meses de fevereiro a julho, com pico nos meses de abril e maio. Além do consumo natural, o caqui é utilizado para o preparo de caqui-passas e na elaboração de vinagre.

Originário da China e muito popular no Japão, o caqui (dióspiro, em Portugal) é uma fruta bastante doce e que apresenta grandes quantidades de água em seu interior. As espécies mais conhecidas da fruta são o caqui-chocolate, que apresenta listras de cor escura em seu interior e é geralmente mais duro e menos doce; e o rama forte, mais doce e mole.

Importante alimento para anemias, debilidade orgânica, disturbios estomacais, estresse, fadiga,  infecções urinárias e prostatites.
– tem também uma ação calmante e laxativa (por ser rico em fibras). Por ser alcalinizante, é recomendado no alívio da acidez e das gastrites e é benéfico para alguns problemas de fígado.
–  Excelente alimento para tuberculosos, anêmicos, desnutridos e descalcificados.

06

TABELA NUTRICIONAL

NUTRIENTES

QUANTIDADE

Calorias

78cal

Vitamina A

250mg

Vitamina B1

50mg

Vitamina B2

45mg

Vitamina C

17,1mg

Sódio

20,6mg

Potássio

124,2mg

Cálcio

5,7mg

Ferro

0,3mg

Fósforo

46,7mg

cada 100g

home-1363189067-mmtifvj32bshr3k490_2

Caqui Rama Forte

caqui_fuyu_doce

Caqui-chocolate

Caqui chocolate

 caquis-maduros

 
  Taubaté: Tipo taninoso,  plantas  vigorosas e bastante produtivas. Os frutos são grandes (180 gramas), globosos e de bonita aparência, apresentando, no entanto, tendência para rachamento da película e, o defeito de amolecerem rapidamente após o processo de destanização. Prestam-se para produção de passa por processo industrial.
  Rama Forte:Tipo variável,  variedade cujo cultivo vem se expandindo bastante. Suas plantas são vigorosas e bastante produtivas. Seus frutos são de tamanho médio ( 130 gramas), achatados, taninosos na maioria das vezes, de sabor bastante agradável e bem consistentes, mesmo após o processo de destanização.
  Giombo: Tipo variável, apresenta plantas vigorosas e extraordinariamente produtivas. Seus frutos são de tamanho médio (140 gramas) e formato ovóide e, quando sem sementes, se prestam para produção de passa, dando produto de excelente qualidade.
  Fuyu: Tipo doce, é a variedade não adstringente mais cultivada. Suas plantas são de porte médio, com produção inferior à das variedades precedentes e exigentes de clima ameno e tratos culturais específicos, para que frutifiquem com regularidade e produzam frutos com qualidade superior. Seus frutos são grandes (180 gramas), globosos e achatados, de excelente qualidade e boa conservação.
   
  Kyoto: A Kyoto é uma planta de porte médio e mais adensada que o Fuyu e suas folhas têm tonalidade mais escura.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: