Curiosidades

Frutas e Hortaliças – Época certa para cada produto
 

Equipe Portal Orgânico
Rosny Gerdes Filho

HORTALIÇAS

Abóbora: jan/fev/mar/abr/mai/jun/jul/ago
Abobrinha: out/nov/dez/jan/fev/mar/abr/mai/
Acelga: jun/jul/ago/set/out
Agrião: jan/fev/ago/set
Alcachofra: out/nov/dez
Alface: abr/mai/jun/jul/ago/set/out
Alho nacional: set/out/dez/jan
Alho estrangeiro: jan/fev/mar/abr/mai/jun
Alho poró: out/nov/dez/jan/fev/mar
Almeirão: ago/set/out/nov/dez/jan
Aspargo: jan/fev/mar/abr

Batata: jan/fev/mar/abr/mai/jun
Batata-doce: jan/fev/mar/abr/mai/jun/jul
Berinjela: jan/fev/mar/abr/mai
Beterraba: ago/set/out/nov/dez/jan/fev
Brólolis: jan/jun/jul/ago/set/out

Cará: mar/abr/mai/jun/jul/ago
Catalonha: ago/set/out/nov/dez/jan
Cebola: set/out/nov/dez/jan/fev/mar
Cebolinha: nov/dez/jan/fev/mar/abr
Cenoura: jul/ago/set/out/nov/dez/jan
Chicória: ago/set/out/nov/jan
Chuchu: out/mar/abr/mai/jun
Cogumelos: jan/fev/mar/abr/mai/jun/set/out
Couve-Manteiga: set/out/nov/dez/jan/fev/mar
Couve-flor: ago/set/out

Erva-doce: jul/ago/set/out
Ervilha: jun/jul/ago
Escarola: ago/set/jan
Espinafre: jul/ago/set/out/nov/jan

Feijão corado: nov/jan/fev/abr/mai

Gengibre: jan/fev/mar/abr/mai/jun/jul/ago/set/out
Gobo: nov/dez/jan/fev/mar/abr/mai

Inhame: janeiro a janeiro

Jiló: jan/fev/mar/abr/mai

Mandioca: jan/fev/mar/abr/mai/jun/jul
Mandioquinha: jan/fev/mar/abr/mai/jun/jul/ago/set
Maxixe: dez/jan/fev/mar/abr
Milho verde: nov/jan/fev/mar/abr
Mostarda: jul/ago/set/out/nov/jan/fev
Moyashi: jan/fev/mar/abr/mai/jun/jul

Nabo: jul/ago/set/out/jan

Palmito: jan/fev/mar/abr/mai/jun
Pepino: nov/dez/jan/fev/mar/abr/mai/jun
Pimenta: jan/fev/mar/abr/mai
Pimentão: jan/fev/mar/abr/mai

Quiabo: jan/fev/mar/abr/mai

Rabanete: jul/ago/set/out/nov/jan
Repolho: set/out/nov/jan/fev/mar/abr
Rúcula: jan/mai/jun/jul/ago

Salsa: mai/jun/jul/ago/set/out/nov/dez/jan/fev
Salsão: set/out/nov/dez/jan/fev

Tomate: dez/jan/fev/mai/jun/jul

Vagem: out/nov/dez/jan/mar/abr/mai

FRUTAS:

Abacate: fev/mar/abr/mai/jun/jul
Abacate collison:mai/jun/jul
Abacate fortuna: mar/abr/mai/jun/jul
Abacate funcks: jan/fev
Abacate manteiga: fev/mar/abr/mai
Abacate olinda: jul/ago
Abacate prince: set/out
Abacate wagner: ago/set
Abacaxi: dez/jan/fev/ago/set
Ameixa: dez/jan/fev

Banana maçã: jan/fev/abr/mai/jun
Banana nanica: jan/fev/abr/mai/jun/jul
Banana prata: mai/jun/jul/ago/set/out

Cajú: jan/fev
Caqui: fev/mar/abr
Coco: jan/fev/mar/abr/mai/jun/jul

Figo: jan/fev/mar/abr
Figo da índia: jan/fev/mar
Fruta do Conde: fev

Goiaba: jan/fev/mar/abr/mai

Jabuticaba: ago/set/out/nov

Jaca: jan/fev/mar/abr/mai/jun
Laranja: jan/abr/mai/jun/jul/ago
Laranja baía: abr/mai/jun/jul
Laranja lima: mar/abr/mai/jun/jul/ago
Laranja pêra: jan/abr/mai/jun/jul/ago/set
Limão: jan/fev/mar/abr/mai/jun
Limão galego: janeiro a janeiro
Limão taiti: jan/fev/mar/abr/mai/jun/jul

Maçã: jan/fev/mar/abr
Mamão: abr/mai/jun/jul/nov
Mamão havaí: mai/jun/jul
Manga: nov/dez/jan
Manga bourbon: nov/dez/jan
Manga espada: nov/dez/jan
Manga haden: nov/jan
Maracujá azedo: jan/fev/mar/abr/mai/jun/jul
Maracujá doce: dez/jan/fev/mar/abr/mai
Melancia: nov/dez/jan/fev/mar/abr/mai/jun
Melão amarelo: jul/ago/dez/jan/fev/mar
Melão prince: jun/jul/ago/set
Morango: jul/ago/set/out/nov

Nectarina: out/nov
Nespera: set/out

Pêra: jan
Pêssego; nov/dez/jan

Tangerina Cravo: abr/mai/jun
Tangerina murcote: jun/jul/ago/set
Tangerina poucan: mai/jun

Uva Itália: jan/fev/mar
Uva Isabel: fev/mar
Uva Itália: jan/fev

*A tabela acima é apenas referencial, uma vez que em algumas regiões do país, através das variações climáticas, talvez haja maior abundância de certas hortaliças como também de certas frutas.

Fonte: Secretaria do Abastecimento do Estado de São Paulo

Fome Oculta

A Síndrome da Fome Oculta é, segundo a Organização Mundial de Saúde, a carência de determinados nutrientes no organismo. Essa carência é desenvolvida em pessoas que não fazem uma alimentação variada em relação aos grupos alimentares. Dessa forma, uma pessoa pode até consumir a quantidade determinada de calorias por dia, mas se na alimentação não houver diversos nutrientes, ela não provocará saciedade e desencadeará a fome oculta.

Nosso organismo necessita, para funcionar de forma a manter a saúde, de macronutrientes ( carbohidratos, proteinas e gorduras) e de micronutrientes ( vitaminas e minerais). Esses nutrientes são fornecidos através da alimentação.

Se nossa alimentação é deficiente e apresenta a repetição sistemática de determinados alimentos e a falta de outros, certamente teremos problemas em relação ao fornecimento adequado de nutrientes. (Ex.:Pessoas que se alimentam apenas de massas e frituras podem correr o risco de se tornarem obesos desnutridos).

O crescimento de ocorrências dessa síndrome está cada vez mais alarmante, pois é de difícil descobrimento, já que não provoca sintomas distintos no indivíduo, mas somente a necessidade de comer a todo o tempo e sinais semelhantes a diversos problemas. A alimentação vazia de vitaminas e outros nutrientes provoca problemas como contração dos músculos, câimbras, cansaço, fraqueza, irritação, obesidade, variação de humor e outros. Alguns exemplos de deficiência de nutrientes:
Ferro: provoca anemia, deficiência no sistema imunitário e falta de ar.
Iodo: provoca deficiências em fetos, fadiga, problemas na audição e ansiedade.
Vitamina A: provoca problemas na visão e no sistema imunitário.
Zinco: provoca alterações no crescimento, problemas na pele e no sistema nervoso.
É importante frisar que a fragilidade do sistema imunitário pode provocar inúmeros problemas de saúde, pois doenças provenientes de inflamações, infecções e hospedeiros tornam-se mais fáceis de ocorrer. A fome oculta pode ser evitada a partir da ingestão balanceada de todos os alimentos.

Assim, como esses, todas as vitaminas e minerais, assim como os macronutrientes, são importantes para a nossa saúde e bom funcionamento do organismo.

Se você tem dificuldades, procure um profissional para orientá-lo.

Qual a diferença do pimentão verde, vermelho e amarelo?

O pimentão é um vegetal pobre em calorias (apenas 20 calorias por 100 gramas), carboidratos, gorduras e proteínas, mas pode apresentar em sua composição: cálcio, fósforo, ferro e sódio. A diferença entre as colorações é que o pimentão verde é rico em vitamina C, enquanto o vermelho e o amarelo  são ricos em  vitamina A. Na hora da compra, devem ser selecionados os que estiverem limpos (sem machucados), firmes e com a casca brilhante, indicando que estão frescos. Pimentões são utilizados na culinária em saladas, carnes e molhos, porém são de mais fácil digestão quando consumidos cozidos do que quando crus. Os frutos maduros são utilizados para a produção de páprika (pimentão em pó).

Dica: Para retirar a pele do pimentão coloque-o em água fervente por cerca de 1 minuto ou até romper a pele.

Sopas

Muitas pessoas me perguntam sobre as sopas

         Bem, os alimentos líquidos são de mais fácil digestibilidade e ajudam quando o organismo precisa ter um “descanso” de toxinas e alimentos “mais pesados”.

Mas, claro que vai depender de que ingredientes vão compor essa sopa. Se ela for adicionada de carnes mais gordurosas, aves com pele, linguiças, queijos e creme de leite, ela não vai cumprir o propósito de desintoxicação ou de dar um “descanso” ao organismo.

As sopas são ótimas opções para o jantar, pois a atividade física após essa refeição é quese nula, normalmente.

O ideal é prepará-las com vegetais frescos, cereais integrais e moderar a quantidade de sal. Não use temperos prontos. Outro ingrediente especial para as sopas é o missô, uma pasta fermentada de soja, que  pode ser acrescentada sem alterações do gosto da preparação e que é uma uma excelente fonte de nutrientes.

Flores na Alimentação

O consumo de flores comestíveis é um hábito muito antigo. Mas, quais as consumíveis e como utilizá-las?

As flores dão colorido e beleza aos pratos, principalmente saladas.
Nós já consumimos em nossa alimentação algumas flores como os brócolis e a couve-flor, as florzinhas da cebolinha verde (nirá), do endro, etc. Nelas encontramos vitaminas, minerais e propriedades antioxidantes.

Mas, dentre as ornamentais, quais são as comestíveis? São elas: flores da capuchina, abobrinha, abóbora, nastúrcio, rosa, begônia, borago, calêndula, amor-perfeito e violeta – com exceção da africana, que temos em vasos.

Na cozinha árabe, a rosa entra no preparo de cremes e musses. A flor da abobrinha ou a da abóbora são usadas com recheio de queijo em empanadas e tempurás. O nastúrcio, o amor-perfeito e o borago são usados em saladas. A violeta comestível é usada em saladas e bolos ornamentais. Em geral, elas se harmonizam com saladas, verduras e frutas, doce de flores. Também são adicionadas a picles, geléias, vinagretes, caldas, pães, bolos e biscoitos, sobremesas e tortas. Um uso bastante comum é na decoração dos pratos.

Mas, atenção! As flores comestíveis não são as mesmas flores compradas na floricultura da esquina. e sim aquelas cultivadas por produtores especializados, sem uso de agrotóxico ou outros tratamentos químicos que possam prejudicar a saúde do consumidor.

Em geral, os caules e pistilos são desprezados, pois podem causar alergias.

2 thoughts on “Curiosidades

  1. Laura 22/11/2010 às 12:59 pm Reply

    Incrível, com certeza tenho fome oculta, pois tenho todos esses sintomas e tenho dificuldades com vegetais e quase não como frutas. Como posso corrigir isso?

    • Lenita Munhoz 22/11/2010 às 1:40 pm Reply

      Laura, obrigada por sua participação. O ideal é procurar um profissional para avaliar sua deficiência e orientá-la de forma mais segura.
      Muitas vezes, as pessoas que têm dificuldade em incluir na alimentação alguns alimentos, acabam aceitando mais facilmente de outras formas. Ex.: sucos ( que podem ser preparados com frutas e legumes e/ou verduras cruas), legumes preparados junto com o feijão, soufles, torta de legumes, etc. Experimente, se predisponha a aceitar e você pode se surpreender com os resultados. Um abraço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: